segunda-feira, 24 de março de 2014

Preciso de ajuda, de muita ajuda.

  Não queria de jeito nenhum estar escrevendo isso, mas preciso desabafar... Tudo que eu disse no post anterior, de querer ser um exemplo e tudo mais... Foi tudo por água abaixo! Tive duas compulsões seguidas, domingo e hoje. Prometi a mim mesma que domingo seria a ultima vez, que não faria, esqueceria. Me perguntei e de manha me senti limpa. Mas fui cair na besteira de comer o que me fez ter compulsão, macarrão. Comi e resto que sobrou de ontem e depois foram maias carboidratos seguidos desses: pão e mais pão, ate chegar ao chocolate.
  Não sei como fui trabalhar e consegui segurar a vontade de chorar, realmente não sei. Só fiquei pensando o quanto me odeio, o quanto queria sumir, morrer. Eu tento, TENTO MESMO! Mas essas malditas compulsões vem e acabam comigo! Tudo que eu queria era correr para me namorado, me sentir amada nos braços dele. Mas imagine ele me vendo assim toda gorda, barriga estufada de comida que nunca deveria ter comido, como ele poderia me abraçar, passar a mãos pelas minhas gorduras e dizer que ama o que toca? NUNCA! E o odio de mim mesma só aumentou.
  Já tomei 12 lactopurgas hoje, não fez afeito ainda e tenho medo do que pode fazer... ou de não fazer efeito. Morro de medo desses laxantes, de toma-los tanto e entrar em constipação, mas é a unica maneira que encontro de me punir por comer.. Alem de me cortar. Sim, me cortei hoje de novo e enquanto fazia chorava feito uma besta e pensava no meu namorado.
  Agora, estou a tomar um horrivel chá de alcachofra com sene para ajudar a me livrar de tudo  que a gorda estupida comeu e depois vou tentar me exercitar o máximo. Estou com medo de me pesar, pois estou  me vendo tão gorda, meu rosto esta redondo, minha barriga cheia de porcaria, minhas pernas que antes pareciam mais magras, estão enormes. Tenho tanto medo de engordar de novo, mas mesmo assim vivo essa vida de merda cheia de compulsões, não pareço ter controle de minhas vontades. Preciso de ajuda, por favor.
  Alguem me salve de mim... Já não aguento mais...

8 comentários:

  1. Af Nikki, eu sinto muito pelas suas compulsões. Também tenho direto e me sinto mal pra caramba quando acontece, acabo miando tudo. Tenho um sério problema com a bulimia, é como uma válvula de escape pra mim, e é meio difícil deixar pra trás. Mas cara, toma cuidado com os laxantes, de verdade. Eu não os tomo por medo, não tenho coragem. Tudo em excesso faz mal, Agora DOZE LAXANTES *o*, ta meio exagerado isso ai não acha? Imagina quando isso fizer efeito, que estrago.

    Enfim, forças e não desista, pedras no caminho sempre haverão, mas lembre-se que o caminho mais difícil reserva algo grandioso quando nos dedicamos e chegamos até o fim.

    http://aquelesonhodistante.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. :/ Meu anjo,não fique assim.Estamos aqui com você.Todas nós cometemos erros,e a cada die devemos nos superar,vencer as nossas fraquezas e seguir em frente.
    Força borboleta!

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Calma, isso tudo vai passar! Não desista, você consegue.

    ResponderExcluir
  4. Meu amor, nessas situações acho que em vez de se punir, é melhor simplesmente começar de novo de onde você parou. Pra não nutrir esse ódio a si mesma. Aposto que seu namorado não tem essa mesma percepção do seu corpo que você. Respira fundo. Sem exageros, sem surtos, sem compulsões(tomar 12 laxantes e se cortar também é compulsão). Retome o controle. Acredite em você, espere o melhor de si. (: Beijos

    ResponderExcluir
  5. Antes de tudo CALMA !!
    E Triste mais infelizmente a compulsão faz parte de nós que somos pro ana.
    espero de verdade que vc não tenha mais nenhuma compulsão .
    a dica que posso tr dar é: não se pese ainda , tente compensar com exercícios evite o macarrão por um tempo, tome mais líquidos. e mantenha calma! vai dar tudo certo! E tome suco verde pra desintoxicar! bjs linda e foco força e fé.

    ResponderExcluir
  6. Oi Nikki, sempre que eu leio um post assim, é como se eu pudesse sentir exatamente o que você sente.
    Tive muuitos momentos assim, no meu caso eu tinha compulsões, chorava, vomitava, tomava laxante, tudo junto. Nunca conseguia manter meu peso, numa semana 55, na outra 58, depois 54, depois 59, mais ou menos assim... Era uma tortura.
    A única dica que posso te dar é: não se desespere (yeah, sei que não é fácil) e coma o mais normalmente possível, cerque-se de comidas saudáveis, frutas e verduras. Assim você fica saciada e evita de "cair de boca" nas comidas mais engordativas.
    Linda, não se condene, essas fases ruins todas temos, e não é fácil sair disso, mas você vai conseguir.
    <3

    ResponderExcluir
  7. Nikki minha guerreira,todas nós já passamos por momentos assim de extremos , eu compreendo cd palavra pois eu já vivenciei cd uma delas assim como vc tem vivido.Mas eu estou vencendo e vc tb vai ,eu criei um blog,não é teoricamente sobre TA mas aborda a tudo o que no leva a isso,lá vc e todos são bem vindos ,pq eu espero de alguma forma fazer a diferença na vida das pessoas sofredoras ,pois essas sim são as que movem o mundo , CONVIDO A TDS http://skywdelirium3.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Thin Shaming vs Fat Shaming Click Here to see what is worse
    Fatties cry foul when people point out the truth of obesity. Fatties call it fat shaming.

    Click Here to see why Thigh Gaps are a sign of good health
    Thigh gaps are a sign of GOOD health! Most women with a BMI less than 22 will have a thigh gap. Thigh gaps are not unrealistic. 35 years ago most women had thigh gaps.

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião, divida suas experiencias, dicas, tudo é bem vindo.